segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

OPINIÃO | O Meu Nome é Alice - Lisa Genova


Título Original: Still Alice
Ano de Publicação em Portugal: 2015
Editora: Lua de Papel
Preço Editora: €14,90 


Sinopse: O mundo de Alice é quase perfeito. É professora em Harvard, vive com o marido uma relação que resiste à passagem dos anos, às exigências da carreira, à partida dos filhos. E tem também uma mente brilhante, admirada por todos, uma mente que não falha… Um dia porém, a meio de uma conferência, há uma palavra que lhe escapa. É só uma palavra, um brevíssimo lapso. Mas é também um sinal, o primeiro, de que o mundo de Alice começa a ruir.
Seguem-se as idas ao médico, as perguntas, os exames e, por fim, a certeza de um diagnóstico terrível. Aos poucos, quase sem dar por isso, Alice vê a vida a fugir-lhe das mãos. Ama o marido intensamente, ama os filhos, e todos eles estão ali, à sua volta. Ela é que já não está, é ela que se afasta, suavemente embalada pelo esquecimento, levada pela doença de Alzheimer.



O Meu Nome É Alice é a narrativa trágica, dolorosa, de uma descida ao abismo. É o retrato de uma mulher indomável, em luta contra as traições da mente, tenazmente agarrada à ideia de si mesma, à memória da sua vida, à memória de um amor imenso.

Opinião: Quando comprei este livro procurava fugir à rotina de policiais, crimes, mortos e outros. Procurava um romance (não lamechas) que me conseguisse entreter e que não me levasse a adormecer nas viagens de autocarro+metro entre casa e o escritório. 
Planeava ver o filme mas assim que percebi que era baseado nesta obra optei por comprar o livro.
A autora, Lisa Genova, é neurocientista, percebendo-se perfeitamente que domina o tema da doença de Alzheimer.
O livro lê-se muito bem, é emotivo, envolvente, assutador e até nos leva a crer que todos à nossa volta e nós próprios sofrem da doença de Alzheimer. Como seria de esperar não é uma história com um final feliz e algumas passagens são altamente assustadoras e tristes, mas vale a pena ler o livro principalmente porque faz-nos ver a doença de uma outra forma.
Muito bom para quebrar a rotina.

Cotação: 4/5

Sem comentários:

Enviar um comentário